Bicicletas para passeio x bikes de ciclismo de estrada: qual a diferença?

ciclista bike passeio bicicleta ciclismo

A vontade de levar uma vida mais saudável tem feito com que cada vez mais pessoas descubram os benefícios de praticar o ciclismo de estrada. Não é à toa que esse esporte vem ganhando muitos adeptos rapidamente. E, para ter qualidade durante os exercícios, é necessário investir em um equipamento de qualidade e que seja apropriado para esse tipo de atividade.

Como existem diversos tipos de bicicletas para passeio disponíveis no mercado, é importante estar atento às características e funcionalidades de cada uma. Afinal, a escolha do modelo ideal vai depender da destinação que a bike vai ter. Com tantas opções, fica até difícil fazer a escolha, não é mesmo?

Para ajudá-lo nessa tarefa, este artigo vai abordar os principais tipos de bike de passeio x bike de ciclismo de estrada. Então, acompanhe a leitura!

Qual é a diferença entre uma bike de passeio x bike de ciclismo?

A bicicleta de passeio é ótima para atividades urbanas de lazer. Por isso, elas são bastante utilizadas por quem deseja passear com família e amigos, usar como transporte até o trabalho, faculdade ou simplesmente andar por parques e ciclovias.

As bicicletas de passeio ou urbanas apresentam estilos muito democráticos e livres, de acordo com a personalidade do ciclista. Alguns modelos são: urbana clássica, urbana clássica retrô, híbrida, dobrável, especiais e de cargas. Elas contêm paralamas, bagageiro e muito conforto.

Em contrapartida, as bicicletas para ciclismo de estrada, que também são chamadas de road bike, são destinadas para competições e por praticantes que desejam cortar o vento e adquirir maior velocidade rapidamente.

O uso dos modelos para ciclismo de estrada também é comum para pedalar no asfalto e obter um rendimento alto. Elas costumam ser mais elaboradas e fabricadas diretamente para o esporte. Nesse sentido, os modelos são desenvolvidos com o objetivo de conferir velocidade, maior performance e o máximo de eficiência aerodinâmica.

O que a bicicleta de cada categoria deve conter?

Confira as principais peças das bicicletas de passeio:

  • rodas de tamanho 26” ou de 700 mm para adultos e 20” para as bicicletas dobráveis;
  • quadros feitos com materiais de ferro, alumínio e carbono;
  • pedivelas de 1, 2 ou 3 coroas que proporciona mais velocidade de deslocamento;
  • modelo de freios V-brake ou disco.

Por outro lado, as bicicletas de ciclismo de estrada apresentam as seguintes peças:

  • quadro e garfo com design fino, de forma a tornar o equipamento o mais aerodinâmico possível e, assim, cortar o vento com mais facilidade;
  • caixa de direção cônica com eixos dianteiro e traseiro passantes com o objetivo de potencializar a estabilidade da bicicleta;
  • freios ferradura, ou freios à disco;
  • rodas padronizadas no tamanho 700 para simplificar o ritmo de pedal e com aro de alumínio ou fibra de carbono;
  • pneus finos medindo entre 21 mm e 28 mm, de forma a proporcionar maior estabilidade e velocidade;
  • pedivela com diversos tamanhos de braços: 170 mm, 172,5 mm, 175 mm e 180 mm;
  • pedais de nylon ou alumínio.
Por que compreender essas diferenças antes de adquirir uma bike?

É fundamental saber os detalhes da bike para que você possa fazer uma escolha realmente adequada para a sua compra. Afinal, as bicicletas são um investimento! 

Por isso, é preciso que você entenda as diferenças (sobre as quais já falamos) entre bike de passeio x bike de ciclismo, de modo a escolher o modelo ideal para você. De modo mais sucinto, o que há de diferente entre elas são:

  • o tamanho (as bicicletas de passeio têm mais variedade de dimensões);
  • os pneus (que costumam ser mais finos e exigirem mais experiência do ciclista nas bikes profissionais);
  • a presença de acessórios (algumas bicicletas, por exemplo, têm freios e outros itens que otimizam a segurança);
  • o valor (bikes para ciclismo costumam ser mais caras que as de passeio).
Bike de passeio x bike de ciclismo: o que levar em consideração para fazer a melhor escolha?

Na hora de comprar, é preciso que você entenda o que será feito com aquela bicicleta.

Por exemplo: se você é um iniciante, ainda não tem a experiência necessária para garantir a sua estabilidade em um modelo para ciclismo, já que ele exige mais técnica do ciclista, para evitar acidentes.

Outra dica é sempre observar os acessórios que a bicicleta tem. Ela conta com freios? E farois? Se não, é possível adicioná-los? Da mesma forma, não se esqueça que os equipamentos de segurança são fundamentais para evitar acidentes tanto com você, quanto com outros ciclistas, pedestres e até mesmo animais que cruzarem o seu caminho.

O conforto também deve ser sempre uma prioridade, independentemente de qual seja a sua escolha. Teste a bicicleta antes sempre que possível e veja se ela está adequada à sua altura, ao tamanho das suas pernas, se a sua coluna está estabilizada no veículo, entre outros detalhes. Não se esqueça que o objetivo é melhorar a sua saúde e não piorá-la com alguma lesão de posição!

No entanto, se você já pedala há algum tempo, pode ser que bicicletas mais profissionais sejam uma boa opção para você. Falaremos mais sobre isso a seguir!

Quero pedalar das duas formas: vale a pena comprar mais de uma bike?

Se você está com dinheiro sobrando, não há problema algum em adquirir dois tipos de bicicleta, um para cada finalidade. No entanto, isso nem sempre é necessário.

Caso você já esteja seguro e deseje começar a fazer trilhas e praticar o esporte de modo mais incisivo, uma boa opção é a aquisição de uma gravel bike.

Ela é utilizada tanto para pedalar em asfalto quanto em terrenos mais acidentados, como trilhas e estradas de terra. No entanto, ainda não são indicadas para quem quer praticar modalidades como o mountain bike, já que não tem estrutura para suportar esse esforço.

Como cuidar adequadamente da minha bicicleta?

Por fim, independentemente de qual seja a sua escolha de bike ideal, as dicas para cuidar bem da sua nova companheira de esportes são:

  • não deixe a bike exposta ao sol ou à chuva por longos períodos;
  • faça manutenções periódicas, pelo menos anuais, para garantir que tudo está certo;
  • utilize os equipamentos de segurança adequados;
  • contrate um bom seguro de bicicletas para que você fique coberto em vários tipos de situação!

Como você pôde perceber, existem muitos tipos de bike de passeio x bike de ciclismo de estrada. Cada modalidade apresenta peças e funcionalidades específicas de acordo com a finalidade: uso recreativo, ou mais profissional. A escolha do melhor modelo vai depender principalmente dos objetivos do ciclista.

Quer saber mais sobre bikes e ciclismo? Então, confira o nosso post sobre seguros de bicicleta e veja como essa é uma ótima alternativa para cuidar do seu novo investimento!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Compartilhe nas redes sociais:
Você também pode se interessar:
Saiba mais sobre a Kakau