Entenda como funcionam a biometria e o reconhecimento facial no celular

biometria e reconhecimento facial

Se você gosta de tecnologia e está por dentro das inovações no mundo dos smartphones, já deve ter ouvido falar sobre as funções de reconhecimento facial e biometria. Elas já estão acompanhando os aparelhos atuais e tornam o desbloqueio da tela dos celulares um processo ainda mais prático.

Esse processo representa a migração de uma tecnologia há muito tempo utilizada em coisas mais “oficiais” para a utilização do público em geral. Interessante, não é mesmo? Mas, afinal, como isso funciona? 

É sobre isso que falaremos neste post. Além de conhecer mais sobre as tecnologias, você também descobre como cada uma delas funciona e os benefícios de ter um telefone com tais capacidades. Vamos lá? Prossiga com a leitura e confira mais sobre o assunto!

O que é biometria?

Nada de ficção científica: a biometria e o reconhecimento facial são tecnologias que não apenas realmente existem, mas são agora acessíveis aos meros mortais, como nós! 

Privacidade e segurança são superimportantes hoje em dia, concorda? Seguindo essa necessidade, a indústria de tecnologia está sempre inventando e incluindo nos smartphones novas formas de guardar e assegurar as informações.

Considerando todo o cenário de descobertas e melhorias a fim de garantir maior segurança, podemos citar a tecnologia da biometria, palavra que significa a medição das características únicas, físicas ou comportamentais de cada pessoa.

Ou seja: estamos falando sobre características completamente únicas, que não podem ser replicadas por qualquer outra pessoa. Super seguro, não é mesmo?

Os telefones celulares atuais já usam esse recurso para facilitar o desbloqueio de tela e acesso aos apps. Mas não é só neles que você pode encontrar a biometria! Ela também pode ser encontrada em caixas eletrônicos, urnas de voto, fechaduras de portas e até pontos eletrônicos de empresas.

Como a tecnologia da biometria funciona?

Alguns equipamentos são necessários para que o sistema de reconhecimento funcione 100%. Veja quais são:

  • software para analisar as informações recebidas;
  • sensores ou scanner para capturar as características;
  • sistema potente para reconhecer e garantir a segurança no processo.

Agora que você já conhece as engrenagens principais para uma análise — de respeito — da biometria, já está pronto para saber como ela realmente funciona. Dá só uma olhada:

1º captamos a imagem;

2º ela é disponibilizada para o software analisar;

3º o programa seleciona as características mais relevantes;

4º essas características são comparadas com as imagens já salvas no banco de dados.

A forma mais comum de reconhecimento biométrico — presente na maioria dos celulares — é pela digital das pontas dos dedos. Nesse caso, comparamos os desenhos formados pelas linhas. Mas você precisa saber que existem outros tipos. No próximo tópico, você descobre outra categoria de biometria, também comum em smartphones!

O que é reconhecimento facial?

Você sabia que o reconhecimento facial também é considerado biometria? Pois é! Isso porque as características do nosso rosto também são únicas. A ideia é a mesma assim como o funcionamento, que é igual ao descrito acima. A diferença, é claro, está no local a ser fotografado e comparado: a face.

É mais seguro usar o reconhecimento facial ou o digital?

O reconhecimento facial não é uma novidade, mas entrou em debate assim que o iPhone X foi lançado. A Apple decidiu substituir o desbloqueio por digital pelo facial. A empresa disse que o sistema seria ainda mais avançado e seguro. 

Mas há controvérsias: alguns usuários conseguiram desbloquear o telefone com fotos. Por isso, precisamos ficar sempre atentos às novidades da área. Afinal, as grandes empresas estão continuamente trabalhando para entregar aparelhos e tecnologias cada vez mais confiáveis aos seus usuários.

A gente já sabe que, para conseguir um sistema de biometria confiável, é preciso de alguns elementos. No caso do reconhecimento facial realmente seguro, a lista aumenta: é preciso também de uma câmera comum e uma com infravermelho.

Sendo assim, caso seu celular não tenha o aparato, é mais seguro confiar no desbloqueio feito pela digital — que é única e não permite acesso por foto. Dessa forma, você tem uma segurança extra! 

Quais são os benefícios de ter um smartphone com biometria?

Agora, chegou a hora de sabermos quais são, afinal, as vantagens de investir em um celular com essa tecnologia. Será que é só “modinha” ou essa função é realmente útil? Vamos descobrir!

Muito mais segurança para você

A gente sabe o quanto você preza pela sua segurança e, também, que os celular carregam muitos dados importantes. Utilizar a biometria para desbloquear seu telefone e entrar em aplicativos garante que o acesso seja privado.

Ou seja: com essa tecnologia, só você e quem tiver a sua confiança e a digital cadastrada no sistema conseguirá acessar as informações. Isso reduz (e muito!) as chances de ter suas informações vazadas ou roubadas.

Reduz as chances de esquecimento

Muitas pessoas têm problemas em esquecer senhas. Você faz parte desse grupo? Então, o uso da biometria ou do reconhecimento facial é uma ótima alternativa para evitar o bloqueio do celular.

Além disso, muitos aplicativos já utilizam a biometria como forma de acesso. Por exemplo os apps de conversa e de bancos. Essa também é uma maneira de evitar que você esqueça essas senhas tão importantes.

Melhora a utilização de aplicativos

Já que o tema envolve os aplicativos, vamos falar deles! O uso de senhas biométricas para acessar apps variados é uma maneira segura e prática de garantir que suas informações fiquem sempre bem guardadas.

Afinal, muitas pessoas podem saber sua senha de acesso — por qualquer motivo que seja —, mas nenhuma delas tem seu rosto ou sua digital. Novamente, é interessante aplicar a biometria por digital para evitar que o acesso seja feito indevidamente com o uso de fotografias.

Agiliza a realização de cadastros

Em alguns casos, cadastros também podem ser feitos com o uso da biometria. Afinal, é possível atrelar sua digital aos seus dados e informações, fazendo com que o preenchimento seja automatizado.

Ou seja: a biometria veio para ficar! Ela traz não só mais segurança para os recursos tecnológicos, mas também praticidade, facilitando processos que, antes, seriam muito demorados e complexos. 

Traz praticidade ao dia a dia

Na correria do dia a dia, parar para escrever uma senha a cada olhadinha no celular (e sabemos que elas não são poucas, não é mesmo?) é bem chato. Então, é muito mais prático apenas olhar para a tela ou passar o dedo sobre o smartphone.

Essa conveniência é um dos pontos fortes do uso dessas tecnologias. Além disso, também uma importante fonte de acessibilidade para usuários com limitações variadas, incluindo mobilidade. 

Gostou do post? Agora, você já sabe um pouco mais sobre a tecnologia de desbloqueio e acesso da biometria e do reconhecimento facial. Quando o assunto é segurança e privacidade de dados, conhecimento nunca é demais, certo?

Quer continuar por dentro das novidades? Então, curta nossa página no Facebook e confira todos os conteúdos em primeira mão. Além disso, você pode nos encontrar em outras redes sociais, como o Instagram, o Twitter e o LinkedIn. Escolha a que você mais gosta e confira as novidades por lá!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Compartilhe nas redes sociais:
Você também pode se interessar:
Saiba mais sobre a Kakau