Celular antigo: 7 curiosidades que você precisa conhecer

Quando vemos celulares hoje em dia, que andam conosco a todo momento, pensamos em como eles eram no passado: bem diferentes do que são atualmente, tanto no design quanto no tamanho e nas funcionalidades. Os modelos de celular antigo eram diversos para conquistar os compradores. Aliás, haviam teclas para digitação e os mais variados formatos.

Tudo mudou. Hoje eles são equipamentos extremamente tecnológicos. No entanto, os meios de comunicação são muito mais antigos do que muitos sabem, já que começaram a ser usados na segunda guerra mundial. No início do século XX, com as diversas formas de propagação das ondas e o rádio, a comunicação a longa distância tornou-se possível. Isso contribuiu até mesmo para comunicação dos militares.

Por fim, após esse momento, muita coisa aconteceu, vários modelos surgiram e sumiram. Para entender as curiosidades sobre o celular antigo, confira o conteúdo!

Quais as diferenças dos celulares antigos para os novos?

Os celulares antigos são muito diferentes dos novos. Quem viveu a época lembra dos modelos enormes, quase do tamanho de um telefone, que depois foram diminuindo, tornando-se menores do que o celular de hoje em dia, como o clássico Nokia. E também havia os modelos dobráveis. Mas uma coisa era comum entre todos: as teclas!

Isso porque não havia a facilidade de digitação com o touch screen, então era necessário apertar algumas vezes as teclas até chegar na letra ou no número pretendido. Isso tornava esse equipamento mais difícil de ser utilizado do que atualmente. No entanto, ele era bem adaptável na época.

Já os novos celulares com as telas touch screen cada vez mais evoluídas não apresentam mais tantas complicações. Além disso, o uso está cada dia mais facilitado, com diversas novas funções como telas mais avançadas, bateria e até carregadores portáteis.

Quais as principais curiosidades sobre os celulares antigos?

Visto todo esse movimento a respeito dos celulares, algumas curiosidades sobre esse equipamento existem. Como já são peças históricas que passaram por gerações e se renovaram, toda essa atividade trouxe registros históricos, os quais são marcantes e geraram várias curiosidades, porque o desenvolvimento foi exponencial. O aparelho existe desde 1973, sendo assim, teve anos de evoluções, acontecimentos e mudanças gigantes. Então, vamos às curiosidades.

1. Criação em 1973

O primeiro celular teve sua criação em 1973 pelo engenheiro Martin Cooper. A primeira ligação foi feita dia 3 de abril em duas regiões diferentes de Nova York. Comercialmente, o primeiro modelo foi da Motorola. Mas, após a criação, o aparelho demorou dez anos para chegar no mercado.

2. O primeiro modelo pesava 1 kg

O primeiro modelo tinha 1 kg! Além disso, tinha 25 cm de comprimento, 7 de largura e 3 de espessura. Esse acessório enorme e pesado chamava DynaTAC 8000X. O valor na época era o equivalente a uma média de 4 mil dólares.

3. As ondas são como as do rádio

Sabia que as ondas geradas pelos celulares têm a capacidade de transformar a voz em ondas? Pois, é! Da mesma forma como é feito nos rádios.

4. Em 2014 havia mais celulares do que pessoas no Brasil

No Brasil, em 2014, foi registrada a quantidade de 274 milhões de celulares, mais do que a quantidade populacional da época.

5. Celular também causa mortes

Em 2019, seis mil mortes foram registradas nos EUA causadas por envios de textos no celular ou conversas de voz ao dirigir. Por isso, cuide de si e dos outros e não dirija com o celular na mão.

6. O Brasil é um país caro para se ter celular

A tarifa de telefonia é a segunda maior do mundo no Brasil, a primeira é a da África do Sul. Isso porque, aqui, mais de 40% são impostos.

7. Estados do Brasil com mais celulares do que pessoas

Os estados de São Paulo, Mato Grosso do Sul, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul, além do Distrito Federal, têm mais aparelhos celulares do que habitantes.

Como os celulares evoluíram ao longo do tempo?

A mudança dos modelos com o tempo acompanhou a da tecnologia, ou seja, cresceu de maneira exponencial desde a década de 90. Os modelos do antigo celular tornaram-se cada vez mais modernos e sofisticados. Hoje vivemos a era digital, a qual foi revolucionada pelo crescimento desses aparelhos e não para de ser transformada pela quantidade de informações que eles conseguem processar. Por isso, a capacidade dos processadores é continuamente otimizada para uma sociedade que tem contato constante com a informação.

O seu microprocessador é similar ao de computadores, só que menor, possibilitando o processamento. O telefone moderno tem o grande diferencial da bateria. Atualmente a química foi preparada para que a bateria dure cada vez mais e com menos riscos térmicos, como o de aumentar a temperatura com o uso. O sistema operacional também evoluiu do iOS de 2009 e do Android de 2008, e a Play Store é um exemplo disso. Os dois sistemas foram evoluindo com o tempo e se mantêm até hoje.

Qual a previsão para o futuro?

A previsão de avanço tecnológico para o futuro é um maior aumento do processamento, telas mais curvas, bem como melhoria da tela e da qualidade de vídeo. Os aprimoramentos acompanham o avanço tecnológico mundial.

Juntamente com o microcontrolador, houve também avanço tecnológico no desenvolvimento de sistemas operacionais. O primeiro deles, chamado iOS, surgiu em 2007, com a criação do iPhone da Apple. Esse aparelho marcou a facilidade no acesso a aplicativos e também o lançamento do ecrã tátil, ou touch screen, que é a tela sensível ao toque.

Os celulares passaram por um grande processo de desenvolvimento, desde a criação, aproveitando a ideia das ondas de rádio, até os dias de hoje, nos quais se tornou um produto extremamente tecnológico e que não pode faltar no nosso dia a dia.

Assim, algumas curiosidades são surpreendentes. O primeiro modelo tinha um quilo, foi criado em 1973. O Brasil é um dos países mais caros para se ter celular, o segundo mais caro, mas, mesmo assim, em diversos estados, o aparelho supera o número de pessoas. Em 2019, existem registros de seis mil mortes só nos EUA causadas por desatenção no volante durante o uso do celular. Apesar de todas essas curiosidades, muita coisa evoluiu do celular antigo nos aparelhos atuais em todas suas funcionalidades, desde a tela até a bateria, e a previsão de futuro é de grande avanço, acompanhando a tecnologia.

Gostou do conteúdo? Assine nossa newsletter para acompanhar as novidades!