Entenda como funciona a indenização do seguro para celular

-entenda-como-funciona-a-indenizacao-do-seguro-para-celular

Você já se perguntou como funciona seguro de celular? Com todas as funções que os smartphones oferecem atualmente, eles se tornaram essenciais e companheiros para todas as horas. Pensando nisso, é fundamental ter formas de se proteger dos problemas com o aparelho para evitar prejuízos.

É exatamente nesse cenário que o seguro de smartphones aparece. Mas para garantir a qualidade da contratação e se livrar de quaisquer dores de cabeça, é importante entender o funcionamento do seguro, do mesmo modo que, suas regras. Assim você consegue receber a indenização contratada de acordo com a cobertura.

Percebeu a importância de todo esse conteúdo? Considere que, sabendo de tudo isso, caso aconteça algum imprevisto, você já vai ter conhecido os procedimentos necessários e vai agilizar — com toda a maestria possível — a solução do problema.

Pois bem, o conteúdo de hoje está riquíssimo e esperando por você! Confira!

O que é e como funciona seguro de celular?

A gente sabe que você gosta e precisa do seu celular. Perdê-lo, seja por roubo, seja por acidentes (mergulhos ou quedas), não é uma boa ideia em nenhum cenário. Acertamos? Pois é, os seguros de celulares prometem diminuir o prejuízo, caso algo de ruim aconteça com o seu aparelho.

A tal “diminuição do prejuízo”, que é chamada de cobertura do seguro, pode se apresentar de duas formas: como um novo aparelho ou como custos arcados de assistência técnica. De qualquer forma, para acionar qualquer um desses auxílios, é preciso pagar a taxa de franquia. Não entendeu? Calma! A gente vai falar sobre isso mais tarde.

Quanto custa um seguro para smartphone?

O valor da contratação varia de acordo com a seguradora, mas a média fica em torno de 15% e 20% do valor total do aparelho. O custo geralmente pode ser dividido em 12 vezes, o que pode corresponder a uma mensalidade de segurança para o seu celular.

Para determinar corretamente o preço do seguro, as empresas pedem informações da nota fiscal da compra, como a data da aquisição e valor total. Portanto, se você está pensando em contratar um seguro, esteja com a nota fiscal por perto!

Em quais situações a cobertura do seguro pode ser acionada?

Já ficou claro que, ao contratar um seguro para celular, você está garantindo a segurança de um dos seus bens mais úteis, não é?

Mas antes de contratar o serviço, é preciso estar a par das situações cobertas pelo seguro. Esses pontos são específicos de cada empresa e por isso é aconselhável ler, com bastante atenção, o contrato.

As coberturas mais comuns pedem a apresentação de causas ou danos externos acidentais, ou, em outros casos, a ocorrência de roubo com ameaça. Portanto, você deve verificar as coberturas. Já que a indenização só será paga se o problema for causado pelos itens especificados no contrato.

Nos seguros para celular é possível encontrar três modalidades:

  • seguro contra roubo ou furto qualificado;

  • seguro contra quebra acidental;

  • seguro completo, que inclui as duas coberturas anteriores.

Há alguma situação em que a cobertura não pode ser acionada?

Existem casos em que a perda do telefone foi causada pelo mau uso ou descuido do usuário e, portanto, segundo as regras determinadas no contrato, o seguro não pode ser acionado.

Além desses momentos, o extravio ou furto simples também não são considerados pelas seguradoras. As especificações das exceções de cobertura você também pode conferir no contrato, por isso não se esqueça de prestar atenção nessa questão também!

Como pedir a indenização do seguro para celular?

Para solicitar a indenização por causa de um sinistro, você deve comunicar a seguradora contratada sobre a ocorrência e enviar os documentos que comprovem o fato, além dos outros que estejam indicados na apólice.

Em caso de danos acidentais, é fundamental ter a nota fiscal do aparelho. Nos roubos ou furtos qualificados, além desse documento, também é preciso fazer o Boletim de Ocorrência (B.O.) relatando o fato e apresentá-lo para a seguradora.

Com o objetivo de evitar fraudes, a empresa poderá solicitar documentos adicionais para verificar a ocorrência e avaliar se os requisitos para receber a cobertura foram cumpridos. O quanto antes eles forem enviados, mais rapidamente a indenização será liberada e você terá o problema resolvido; então fique de olho nas exigências da seguradora.

O que o cliente recebe em cada situação?

Em caso de roubo ou furto qualificado, o cliente receberá um novo aparelho. Aqui, é importante saber que o contrato pode limitar a indenização a ser paga, conforme cada modelo.

Para os casos de quebra acidental, a seguradora indica a assistência técnica para onde o aparelho deve ser encaminhado. Lá, os danos serão avaliados para conferir se o seguro cobrirá os prejuízos, além de indicar se é possível fazer os reparos e apresentar o orçamento.

Cumpridos os requisitos para receber a indenização, a seguradora arca com os custos do conserto ou, se ele não for possível, com a substituição do aparelho. Vale lembrar que, para receber a indenização, será necessário pagar a franquia estipulada na apólice.

Como funciona a franquia do seguro para celular?

franquia é um valor que você paga para a seguradora quando vai usar o seguro. Ela pode ter um valor fixo ou ser calculada sobre uma porcentagem do preço do aparelho ou do orçamento para o conserto; isso dependerá das regras estipuladas no contrato.

Outro ponto importante é que a cobrança da franquia costuma ser feita antes ou junto com o pagamento da indenização. Portanto, ao acionar a seguradora, planeje-se também para essa despesa. De qualquer modo, o valor custeado pelo segurado é bem menor do que o custo dos reparos ou do próprio aparelho, fazendo com que esse seja um ótimo investimento para proteger o seu smartphone.

A última dica, mas não menos importante, é que você escolha uma seguradora de confiança, pesquise sobre ela e tenha a certeza de que suprirá as suas expectativas diante da contratação. Assim a experiência se torna ainda mais tranquila!

Pronto! Agora você já sabe como funciona seguro para celular, além de ter conferido as regras de indenização e quais os procedimentos para usar a cobertura contratada.

Mas lembre-se de que algumas regras podem variar de acordo com o contrato, portanto, sempre leia esse documento com atenção e conte com a equipe da seguradora para retirada de dúvidas.

Saiba que a gente está à sua disposição para explicar tudo sobre seguro de smartphones e o que mais você quiser saber. Entre em contato conosco!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Compartilhe nas redes sociais:
Você também pode se interessar:
Saiba mais sobre a Kakau