Como escolher a melhor película para celular?

Certamente, você já comprou um novo celular e ficou com bastante receio que, por algum descuido seu, a tela ficasse arranhada ou trincasse toda, não é mesmo? Para resolver esse problema, geralmente, usamos películas protetoras. Mas, você deve se questionar sobre qual a melhor película para nossos celulares.

São muitos os tipos e, por conta disso, os donos de smartphones podem ficar em dúvida sobre qual modelo escolher.

Pensando nisso, trouxemos várias informações sobre esse produto que vão te ajudar a saber qual é a melhor película para seu celular. Descreveremos os tipos mais comuns presentes no mercado e as diferenças entre eles, deixando a sua escolha bem mais fácil. Então, continue a leitura!

As películas são realmente importantes?

Muitas são as funções da película para celular, e o uso delas pode prevenir uma série de prejuízos. Por isso, é muito necessário aplicar essas películas nos aparelhos da maneira correta e garantir que sejam feitas com materiais de qualidade.

Isso garante ao usuário a prevenção de riscos e trincados na tela, que são ocasionados por quedas e acúmulo de sujeira. Até mesmo, é possível manusear melhor o aparelho com o uso dessas películas. Como veremos, algumas delas têm uma textura mais agradável do que a tela original.

Quais os tipos e como saber qual é a melhor película para celular no meu caso?

São diversos os tipos de materiais utilizados para os diferentes modelos de película, e cada um deles tem durabilidade e qualidade específicas. A melhor escolha varia conforme a necessidade do usuário e o orçamento disponível para a compra.

Listamos, a seguir, cada um dos principais modelos, seus materiais e os detalhes que precisamos saber para fazer a escolha da melhor película para celular, ou seja, da que mais se adequa às necessidades do usuário e às do aparelho.

Películas de plástico

Essas são as primeiras películas às quais tivemos acesso, assim que os smartphones entraram no mercado. Apesar de outros modelos mais recentes e baratos as substituírem, ainda existe a venda delas em alguns locais por um preço bem acessível.

Elas são feitas de plástico comum e costumam demonstrar desgaste a partir do terceiro ou quarto mês de uso, podendo durar até mais (ou menos) a depender da frequência de uso do smartphone.

Para aplicá-las, é necessário um pouco de prática, pois é bem fácil deixar aquelas bolhas indesejáveis na tela. Sabemos que isso faz com que o aparelho tenha problemas na funcionalidade do toque e fique esteticamente feio.

Além disso, precisamos considerar uma outra questão estética dessa película, caso você opte por ela: esse modelo reflete muito brilho, que vem do reflexo de luzes externas, devido à qualidade do material de fabricação.

Mais um ponto negativo desse tipo de película é que ele é muito espesso quando comparado aos outros modelos mais modernos e risca muito facilmente. Por fim, a proteção contra a quebra da tela por queda é quase nula. 

Películas PET

Não confunda essa película com a anterior. O politereftalato de etila (PET) é um tipo de plástico que favorece a fabricação de uma película com acabamento mais fino, o que a torna menos visível que a de plástico comum ao ser aplicada nas telas dos celulares. Entretanto, em questão de proteção da tela contra quedas, ela também não é a melhor para coibir esse problema.

Esse material, o PET, é ótimo para impedir riscos na tela de seu smartphone de uma maneira mais efetiva que o modelo anterior, assim como o brilho refletido na tela é um pouco menor. Outro ponto positivo é que essa película é bem mais barata em comparação às outras que mencionaremos a seguir. 

Películas de vidro temperado

Esse tipo de película é bastante efetivo contra quedas e riscos. Ele substituiu, gradualmente, as películas de vidro comum, mais frágeis e menos protetivas.

Sendo altamente resistentes, as películas de vidro temperado são as mais recomendadas para os descuidados devido à excelente proteção que elas fornecem. 

Elas também são muito boas contra o acúmulo de sujeiras e marcas de digitais. Além disso, a aplicação é bem simples, podendo ser realizada facilmente até mesmo pelo próprio dono do aparelho sem maiores problemas.

Mas, não pense que elas são muito caras. Por conta de suas qualidades, certamente, essas películas têm o melhor custo-benefício entre as atualmente disponíveis no mercado. 

Saiba, também, que existem inúmeros outros tipos de películas de vidro, ainda mais modernos do que o de vidro temperado. Cada uma deles varia em níveis de proteção ao aparelho e podem ter outras funcionalidades.

Em caso de escolha de alguma película dessa qualidade, o melhor a se fazer é pesquisar sobre as necessidades características de seu aparelho em reviews ou nas orientações do próprio fabricante — detalhes como tela curva ou outras necessidades específicas do celular são importantes de serem conferidos antes de tomar a decisão.

Películas de privacidade

Essas películas são as ideais para aqueles que estão sempre com seus smartphones em público e querem um pouco mais de privacidade. Elas são quase mágicas: se você olhar de um ângulo que não seja aquele do usuário — nesse caso, frente a frente —, não é possível identificar nenhuma informação, pois a tela fica escurecida ou muito embaçada, a depender do seu modelo.

Elas podem ser feitas tanto de PET quanto de vidro, e talvez você se desagrade na hora de buscar uma, pois os preços dessas películas costumam ser um pouco mais salgados.

Películas foscas

Essas películas, assim como a que mencionamos anteriormente, podem ser feitas de PET e de vidro. Elas são ótimas no quesito de manuseabilidade — o fato de elas serem foscas faz com que a tela fique com uma textura mais “seca” do que a comum do aparelho e os outros tipos de película.

Outro fator bastante positivo é a qualidade da tela no momento da leitura. Saiba que essa película é excelente também nesse aspecto, pois a reflexão de luzes externas é minimizada ao máximo.

O preço de uma película fosca não é muito diferente do das normais, podendo ser uma ótima escolha para muitos — principalmente para aqueles que gostam de jogos ou navegam muito pelo celular.

Películas de Silicone

Também conhecidas como “películas de gel”, elas podem proteger seu aparelho, tão bem quanto as películas de vidro, contra trincados ocasionados por queda. Elas são ajustáveis aos mais diversos modelos de aparelhos, sendo bastante adaptáveis às telas curvas, por exemplo.

Um dos problemas mais encontrados com o uso desse tipo de proteção é o desgaste e o custo-benefício — as películas de silicone são ainda mais caras do que as de vidro temperado.

Viu quantas possibilidades de proteção temos disponíveis para nossos aparelhos? Vale lembrar as consequências de não usar essas películas — temos uma maior possibilidade de riscos, trincados, sujeiras e desgaste dos celulares.

Também é bom pontuar que colocar uma película protetora que não seja indicada especificamente para o seu aparelho pode não ser uma boa ideia, pois ela poderá não funcionar como deveria. Assim, será a mesma coisa que não utilizar nada ou ainda pior: prejudicará o seu smartphone. Então, muito cuidado na hora de comprar a sua.

 

Gostou de ficar sabendo de todas essas possibilidade e de como escolher a melhor película protetora para seu querido aparelho celular? Então, não deixe de acompanhar também este artigo para entender quais são os defeitos mais comuns que identificamos em smartphones. Acesse agora mesmo e tenha mais uma boa leitura! 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Compartilhe nas redes sociais:
Você também pode se interessar:
Saiba mais sobre a Kakau