Como saber se meu aparelho celular é roubado? Entenda

Você já comprou um smartphone usado? Sabia que existe o risco de comprar um aparelho celular roubado?

Quando precisamos ou queremos trocar de celular, ofertas tentadoras e produtos usados podem parecer um ótimo negócio, mas é preciso tomar cuidado para não acabar com um produto ilegal.

Neste post, explicamos como saber se você está comprando um aparelho celular roubado e como se prevenir da melhor forma. Acompanhe!

Qual é a importância de adotar cuidados durante a compra?

A garantia de um aparelho legítimo é importante para que você não tenha dor de cabeça com problemas de conexão à Internet e impossibilidade de receber e fazer chamadas. Não adianta nada adquirir um celular pela metade do preço e depois não conseguir usá-lo, certo? Além disso, esse celular pode ter chegado até você de forma criminosa, violenta e lesiva a outros.

O Código de Defesa do Consumidor ajuda clientes lesados com transações ilegais, como a compra de celular roubado, desde que tenha sido emitida uma nota fiscal. Cuidado: não estamos falando de recibo de compra, mas da nota fiscal com CNPJ do vendedor, que possa ser verificada pelo Ministério da Fazenda.

Somente por meio da apresentação do documento é possível devolver o aparelho e receber seu dinheiro de volta.

Como saber se estou comprando um celular roubado?

Existem alguns indicativos que podem ajudar você a ter a certeza de que o smartphone não é ilegal. Confira!

1. Verifique o número IMEI do aparelho

Antes de tudo, celulares roubados têm seu IMEI bloqueado. Então, antes de efetuar a compra, verifique o código do aparelho no site Celular Legal. É possível descobrir o IMEI por meio da caixa, em um adesivo localizado atrás da bateria, ou discando *#06#.

2. Verifique se existem contas de terceiros logadas

Se você está em uma loja analisando um aparelho, veja se ele tem notificações e contas logadas em redes sociais como Instagram, Facebook, WhatsApp e outros. Se algo parecer suspeito, não compre.

3. Verifique se os cabos e acessórios são compatíveis com o modelo

Celulares furtados geralmente não vêm com os acessórios de fábrica. Por isso, sempre verifique se os itens que acompanham o aparelho são compatíveis e se apresentam boas condições.

Como se prevenir?

Para não ter dor de cabeça ao comprar um celular, verifique sempre a legalidade da loja, a emissão de nota fiscal e as condições do aparelho. Nunca faça uma compra por impulso, sem analisar esses fatores. 

Alguns minutos com o celular na mão para verificar o número IMEI, a procedência do vendedor e a existência de contas salvas no aparelho são fundamentais para evitar danos e prejuízos futuros.

Caso esteja pensando em realizar a compra online, exija a nota fiscal. Se ela não for entregue, exija o dinheiro de volta ou acione o Código de Defesa do Consumidor.

Neste artigo, explicamos a importância de tomar cuidado ao adquirir smartphones usados, como saber se o produto é legal e como se prevenir para não correr o risco de comprar um aparelho celular roubado.

Gostou de saber mais sobre o assunto? Então, curta a nossa página no Facebook para acompanhar outros conteúdos como este!