Como fazer o celular carregar mais rápido? Confira 7 dicas!

Todo mundo adora utilizar o próprio smartphone para navegar na internet, jogar ou trabalhar. Contudo, quanto mais acionado é o aparelho, maior será a perda de carga da bateria.

Quando a carga está no limite, tudo o que queremos é que a bateria seja restabelecida o mais rápido possível, não é mesmo? Portanto, preparamos um post para você saber direitinho como fazer o celular carregar mais rápido. Boa leitura!

1. Desligue o aparelho

A tela do celular em plena operação é um dos motivos pelo qual a bateria parece acabar tão rápido. Ainda que você configure o brilho para emitir o mínimo de luz, o próprio display faz com que o equipamento gaste muita energia — e, consequentemente, limita o carregamento.

Por isso, desligue o aparelho durante o carregamento, sempre que for possível. Isso faz com que toda a energia transmitida pelo carregador seja acumulada, sem que ela “fuja” para a tela ou funções secundárias do aparelho.

Além disso, outra dica interessante é simplesmente não utilizar o aparelho quando ele estiver conectado na tomada. Faça um teste: reduza o brilho ao máximo, plugue o aparelho no carregador e vá ver um filme, por exemplo. Depois de 90 minutos, os resultados de carregamento serão bem melhores.

2. Coloque no modo avião

Quando o seu celular está conectado ao Wi-Fi, há um grande consumo de energia. Isso ocorre mesmo quando você não está navegando ativamente na internet, já que o aparelho continua em funcionamento, recebendo notificações e até mesmo realizando backups.

Desse modo, habilite o modo avião no aparelho enquanto ele estiver carregando. Essa opção faz com que todas as conexões do aparelho sejam pausadas, o que envolve conexões via Bluetooth, Wi-Fi, rádio e rede móvel, por exemplo.

É importante lembrar, contudo, que habilitar o modo avião impossibilita a utilização da internet, assim como a realização de chamadas e o uso do GPS. Mas ainda é uma ótima opção para garantir um carregamento otimizado.

3. Use cabo original

Os cabos acabam se desgastando com o tempo e podem ser substituídos por opções genéricas, desde que elas se encaixem no carregador. Entretanto, sempre priorize opções originais.

Para isso, certifique-se de que o cabo é da marca do smartphone antes de fechar a compra. Busque opções no site do fabricante ou em vendedores certificados em marketplaces como a Amazon ou o Mercado Livre. Marcas como Samsung e Motorola costumam ter lojas próprias dentro desses sites.

Do mesmo modo, caso o seu problema seja o carregador, busque uma opção original. Elas costumam ser mais caras que itens genéricos, mas duram mais, carregam mais rápido e são mais resistentes.

4. Desligue os recursos desnecessários

Caso você não possa desligar o aparelho ou deixá-lo de lado por um tempo, você também pode desativar o maior número de recursos desnecessários possíveis. Nesse caso, você mantém o acesso à internet, mas se limitando ao estritamente necessário naquele momento.

Assim, funções como o Wi-Fi (caso você tenha um plano 4G ou 5G para manter a conexão), Bluetooth e GPS, além de apps que rodam em segundo plano, podem ser desligados sem comprometer as suas tarefas.

5. Utilize o modo economia de bateria

Uma das dicas mais óbvias é ativar o modo de economia da bateria, o que pode ser feito nas configurações do celular. Nesse caso, o próprio sistema se encarrega de limitar o uso das aplicações secundárias.

O dispositivo faz ajustes para evitar justamente aqueles apps que mais comprometem a bateria durante o carregamento, o que diminui o tempo necessário para atingir a carga total.

Contudo, uma reclamação comum de usuários de Android, por exemplo, é que essa função costuma “esconder” as atualizações do Gmail, o que faz com que as pessoas deixem de receber as notificações de novos e-mails.

Caso utilize essa opção, mas não queira deixar de receber as notificações de e-mails, será preciso abrir o aplicativo do Gmail manualmente — em vez de esperar passivamente pelos alertas. Esse problema também pode afetar outros apps.

6. Tenha aplicativos de otimização da bateria

Outra possibilidade garantir um carregamento ágil é utilizar diversos aplicativos desenvolvidos especialmente para esse fim. Na prática, eles ajudam os usuários a realizar ajustes pontuais para otimizar o consumo.

Entre as opções mais populares de apps para o Android que podemos citar estão o Carregador Rápido e o Battery Turbo Charger. Já os usuários de iPhone podem contar como opções como Battery Life para monitorar o uso e receber avisos em casos de complicações.

7. Use sempre a tomada

Carregar o celular utilizando a porta USB do seu notebook é uma boa ideia — mas só em caso de emergência, quando as tomadas estão ocupadas ou a luz elétrica acabou, por exemplo.

A melhor forma de fazer o celular carregar mais rápido ainda é com a utilização da boa e velha tomada elétrica. Alguns smartphones mais modernos da Apple conseguem realizar o ajuste para que o carregamento via USB seja mais rápido, mas os usuários desse tipo de aparelho ainda são minoria em nosso país.

Contudo, caso você não tenha mesmo uma tomada (ou eletricidade) por perto e precise recorrer à porta USB, uma boa opção é o app Ai Charger, desenvolvido pela ASUS. Trata-se de um software que consegue forçar o computador a liberar uma corrente elétrica mais poderosa para facilitar o carregamento do celular.

Assim, com uma corrente com maior voltagem por meio das portas USB, será possível otimizar a carga com um poderio comparável ao dos carregadores tradicionais. O app foi inicialmente desenvolvido com foco nos produtos da Apple, mas também é plenamente compatível com o Android.

O app é totalmente gratuito e pode ser baixado nesta página. Agora que você já sabe como fazer o celular carregar mais rápido com as nossas dicas e truques, não precisará mais passar raiva com aquela carga que teime em não passar de 20% — mesmo depois de um bom tempo conectado à tomada.

Caso tenha gostado do texto, não deixe de compartilhá-lo em suas redes e convidar todo mundo para conhecer essas dicas!