Bike sprint: saiba como essa técnica pode melhorar o seu desempenho

O bike sprint é uma técnica de explosão que usa velocidade e potência aplicadas pelos ciclistas profissionais durante os últimos metros de um campeonato. Para que a técnica seja realizada em uma competição, é necessário um treino para adaptar o corpo a essa tarefa. Dessa forma, é comum que os ciclistas realizem treinos de bike sprint antes do evento.

Esses treinos são feitos para ganhar força, potência e, consequentemente, velocidade, melhorando o desempenho do ciclista na prova. Para que a resposta do músculo seja mais rápida, com um esforço menor e mais intenso, a prática é essencial. Logo, este post fala sobre como a técnica pode melhorar o seu desempenho no ciclismo e de que forma aplicá-la. Confira!

O que é bike sprint?

O bike sprint é uma técnica voltada às modalidades de ciclismo, como BMX, estrada, Mountain Bike e ciclismo de pista. É uma forma de fazer um esforço direcionado, com o aumento da potência da pedalada, para chegar mais rápido ao fim da competição. Logo, é aplicado geralmente nos últimos metros, antes de chegar ao final da corrida.

Como essa técnica pode ajudar na performance?

Essa técnica pode ajudar na performance porque, por meio dela, o ciclista trabalha a velocidade, a explosão e a cadência das pedaladas, aumentando seu rendimento.

Velocidade

A velocidade é otimizada com os treinos de sprint. A junção dos treinos direcionados influencia diretamente nesse ponto.

Explosão

O intuito da explosão é chegar mais rapidamente à velocidade desejada. Isso gera um aumento da resistência do atleta aos movimentos mais bruscos.

Cadência das pedaladas

Outro ponto que deve ser trabalhado é a cadência das pedaladas. Isso garante a energia e a força muscular necessárias para conseguir a resistência desejada.

Quais são os treinamentos necessários para um bom sprint?

Para que seja possível trabalhar todos os pontos que citamos, o primeiro aspecto a melhorar é a postura, visto que ela ajuda na aerodinâmica do movimento. Para que isso seja feito adequadamente, o ideal é segurar a parte inferior do guidão e levantar, afastando-se do selim. O corpo deve ter sua inclinação voltada para a frente, um pouco abaixado para melhorar ainda mais a aerodinâmica.

A fim de que o músculo seja mais trabalhado e a massa muscular ampliada, aumentar a marcha nos treinos é primordial. Assim, quando o ciclista voltar à marcha que está acostumado, ficará mais fácil de sprintar, pois ele já terá força suficiente para isso.

Quando o ciclista inicia o bike sprint, levantando do selim, ele está trabalhando a explosão. Esse trabalho é feito com bastante força para aumentar rapidamente a velocidade, com sua capacidade máxima. Dependendo do tipo de treino, é possível manter isso por alguns minutos. Por exemplo, um minuto utilizando o máximo de força para o sprint e 1 minuto de descanso, em uma série de 15 rodadas para iniciar.

Quais cuidados precisam ser observados no treinamento? 

Alguns cuidados são necessários durante os treinos de bike sprint. Veja a seguir.

Treinamento intervalado

O treinamento com intervalos ajuda na recuperação do músculo para um novo estímulo na sequência. Assim, fazer treinos respeitando os períodos de descanso é essencial para melhorar a performance.

Estímulos mais longos

Usar estímulos mais longos do que os necessários na competição também é eficaz. Por exemplo, se o sprint para o campeonato é feito por 1 minuto, tente aumentar para 1,5 minuto. Isso facilitará a realização do movimento em um tempo mais curto.

Como melhorar ainda mais o bike sprint?

Para melhorar ainda mais o bike sprint, treinos direcionados são feitos para ampliar a força, a resistência e a potência. Uma opção é fazer o sprint sentado, na força máxima, por volta de 15 a 20 segundos, com uma recuperação de 5 minutos. Um treino como esse pode substituir um treinamento de força realizado dentro da academia, garantindo a melhora do desempenho.

A fim de aumentar a velocidade, é importante fazer o treino de tiros. Aqui, é possível simular uma competição, em que é necessário utilizar a força e a potência para alcançar o destino. Para esse treino, é preciso levantar-se do selim e pedalar na velocidade máxima por volta de 200 metros. Caso ainda não tenha a experiência necessária, a distância pode ser menor, começando com 50 metros e aumentando ao longo do tempo. Esse treino é ideal como complemento de outro mais longo.

Treine em subidas

Para melhorar o desempenho, é possível fazer os treinos na rua. Para isso, escolha um local que tenha subida. Isso aumentará a necessidade de utilização de força, ampliando a performance. É um treinamento que exige mais do corpo em comparação aos terrenos planos.

Tenha cuidado com lesões

Um ponto que merece a atenção de todos os ciclistas, amadores ou não, são as lesões. Os treinos mais pesados expõem mais os músculos a essa possibilidade. Por isso, 3 a 4 sprints diários são suficientes para melhorar a performance. Portanto, não exagere na quantidade e na potência. Caso você seja um ciclista profissional, conte com a ajuda de um personal trainer da área.

Não inicie com os treinos de bike sprint

Por fim, quando for treinar o bike sprint, já tenha o corpo aquecido por outros tipos de treinamentos. Começar pelo bike sprint, que é bastante intenso, pode ocasionar maior chances de lesões. Logo, antes dele, faça treinos de cadência de pedalada em uma distância mais longa.

Como vimos, é possível trabalhar o bike sprint de forma otimizada por meio de treinos específicos. Ele é muito utilizado em competições de bike, com o objetivo de alcançar a linha final. É uma forma de aumentar a velocidade da bicicleta, com potência e explosão nos últimos metros da competição.

Para que isso seja possível, treinos de explosão, velocidade e cadência de pedalada são feitos, otimizando a atividade no momento do campeonato. Além disso, tome cuidado nesses treinos para evitar lesões. Aquecer antes de realizá-los é primordial, assim como fazer treinos intervalados, respeitando o tempo de descanso entre uma série e outra. Dessa forma, é possível otimizar o bike sprint para campeonatos.

Gostou do post? Então compartilhe o conteúdo em suas redes sociais!